Add to Technorati Favorites

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

Capelas da Paróquia de Santa Maria Maior - Chaves

Olá! Hoje fazemos-te uma visita guiadas às diversas Capelas existentes na Paróquia de Santa Maria Maior. Apresentamos alguns dados históricos (segundo informações colocadas nas placas informativas, pela Câmara Municipal de Chaves, em cada capela) e apresentamos algumas imagens de cada uma.

 

Nota: As fotos que apresentamos serão todos do exterior de cada Capela, pois não nos foi possível recolher fotos do interior. Quando o conseguirmos apresentaremos aqui no blogue.

 

Iniciamos a nossa visita pela Capela de Nossa Senhora do Loreto situada na Praça de Camões:

 

Capela do Loreto, Paroquia de Santa Maria Maior, Chaves

 

Placa Informativa da Capela da Senhora do Loreto, Chaves

Placa Informativa desta capela


Dados históricos desta Capela:

«Século XVII

Data de 1686 a fundação da Capela, pelo Abade de Monforte, João de Prada, que instituiu o respectivo morgadio e nela forma depositadas as relíquias de São Bonifácio Mártir. Arquitectura religiosa, maneirista. Capela de planta longitudinal simples, com cero-alto. Fachada principal com cunhais apilastrados, remate em frontão e rasgada por portal de verga recta encimado por frontão sobrepujado por pequeno óculo. Cobertura com falsa abóbora de berço abatido em caixotões pintados e retábulo de talha dourada barroco, de estilo nacional.»

 

Recordamos que esta capela é também conhecida por Capela da Santa Cabeça.

 

Capela de Santa Catarina - Localizada na Rua 1º de Dezembro

Capela de Santa Catarina, Paroquia de Santa Maria Maior, Chaves

 

Placa Informativa da Capela de Santa Catarina, Chaves

Placa Informativa desta capela

 

Breve descrição histórica da Capela:


«Século XIII

Em 1249 D. Lourenço Pires de Chaves funda a Albergaria, capela e morgado de Santa Catarina, junto ao castelo. Em 1681, Gregório de Castro Moraes governador da Província a transladação da Capela do Toural para a atual localização, dado que interferia com a estrutura defensiva da Praça de Chaves. Arquitectura religiosa, maneirista e barroca. Capela maneirista de longitudinal simples, com coro alto. Fachada principal em empena recortada, rasgada por portal de verga recta, com friso e cornija , encimado por óculo circular. Alçados circunscritos por cunhais apilastrados e existência de sineira. Cobertura em falsa abóboda de berço, em estuque e retábulo de talha dourada.»

 

Esperamos que tenhas gostado, esta visita guiada que te fizemos por algumas das capelas da nossa Paróquia. Em breve traremos aqui a Capela de Nª Srª da Lapa e a Capela do Calvário (localizada no bairro do Santo Amaro em Chaves).

 

Até breve.

Capela do Loreto, Paroquia de Santa Maria Maior, Chaves

Publicado por gjemanuel-chaves às 22:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011

Perspectivas da Igreja Matriz

Apresento-te algumas fotos de perspectivas que carcaterizaram momentos históricos da Igreja Matriz de Chaves.


Vê algumas diferenças nas fotos seguintes...

 

Igreja Matriz, 1962 Chaves

Foto da Igreja Matriz - 1962


Nesta foto podes ver alguns pormenores da Igreja Matriz, desde a torre sineira que hoje é diferente, até ao candeeiro de iluminação que se encontrava por cima da porta de entrada da Igreja e que hoje não existe.

 

Igreja Matriz, largo do pelourinho, chaves

Que diferenças descobres aqui nesta foto?

E que ano achas que tem a foto?

 

Ate breve com mais novidades da nossa Paróquia de Santa Maria Maior em Chaves

 

P.S.: Deixamos aqui um agradecimento ao blogue Chaves Antiga pela cedência das fotos apresentas em cima.


Publicado por gjemanuel-chaves às 17:07
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

História e Características da Igreja Matriz de Chaves

Olá! Hoje apresentamos-te a Igreja Matriz ou Igreja de Santa Maria Maior de Chaves. Iremos dar te a conhecer a história e algumas características desta Igreja através de alguns textos e algumas fotos que descrevem a Igreja da nossa Paróquia.

 

Iniciamos com alguma informação histórica da Igreja Matriz encontrada no site Chaves Digital (www.chaves-digital.com):


«Também conhecida por Igreja de Santa Maria Maior. Arquitectura religiosa, românica/renascença. Portal românico da fachada principal e portal renascença da fachada Norte. Primitivo templo de Idácio “O Límico”.

Os primeiros escritos sobre ela datam das Inquirições Afonsinas de 1259. Terá sido reconstruída pouco antes dessa época, talvez no século XII, sobre os escombros dos templos anteriores, seguindo os modelos do estilo românico. No topo da torre está esculpida uma imagem tosca representando Cristo (o Cristo românico, em majestade, designado por Pantocrator).

Nas costas da capela-mor, na parte posterior da igreja, na fachada de topo, reforçada por contrafortes, também do período  manuelino, existe uma escultura em pedra de Santa Maria. Já no século XVI, no tempo de D. João III, a igreja foi restaurada, seguindo os modelos renascentistas da época.

Foram-lhe introduzidos os novos pórticos, em rigoroso estilo neoclássico, e foi-lhe alterada a capela-mor, cujo tecto foi feito em abóbada polinervada, como era gosto dominante.


Duzentos anos mais tarde, no século XVIII, foram-lhe feitas janelas nas paredes laterais, onde foram também construídos altares. Foi ainda remodelada a capela do Santíssimo, à direita da capela-mor, que passou a estar encimada por uma lanterna.


Ainda actualmente o interior desta igreja tem três naves, separadas por robustas colunas graníticas cilíndricas, unidas, por sua vez, por arcos de volta inteira. Conserva o seu ambiente românico, escuro e recolhido. Para isso contribui também, além do demais, o tecto escuro, em madeira de castanho, à vista, que suporta o telhado. A fisionomia actual deste templo é o resultado de profundas obras de restauro, levadas a cabo em 1968.

Durante muito tempo, esta igreja de Santa Maria Maior foi a sede da única paróquia de Chaves.  Assim era em 1386, altura em que, segundo as crónicas de Fernão Lopes, após conquistar a praça, o Mestre de Avis e o Condestável, aqui ouviram missa.»

 

Apresentamos mais alguma informação colocada numa placa colocada pela Câmara Municipal de Chaves, que se encontra numa das entradas da Igreja Matriz:

 

Igreja de Santa Maria Maior


«Século XII

Imóvel de Interesse Público desde 31 de Dezembro de 1997. Aquae Flaviae notabilizou-se como centro religioso e sede de bispado cristão em termo do Império Romano. Teve como Bispo Idácio, o Límico, que se celebrizou pelos seus escritos sobre o conturbado período histórico das invasões bárbaras. O templo românico terá sido construído possivelmente no século XII, sobre as fundações da época visigótica. Da estrutura medieval subsistem ainda a torre sineira e o seu portal.

No reio de D. João III foi feita uma grande reforma significativa, que integrou na estrutura românica das fachadas de 2 magníficos portais Renascentistas.

O portal lateral, destaca-se pela decoração repleta de motivos de grutesco, possuindo esculpidos no extradorso do arco os Bustos de São Pedro e São Paulo.»

 

Ficam aqui algumas fotos a preto e branco da Igreja Matriz:


Igreja Matriz em obras

Esta primeira foto da Igreja Matriz data de +/- 1940 e estava em obras.

 

Pia Baptismal da Igreja Matriz

Pia Baptismal da Igreja Matriz

 

Interior da Igreja Matriz de Chaves

Vista do Altar Mor da Igreja Matriz - Inícios da década de 1950

 

Torre Sineira da Igreja Matriz, Chaves, 1965

Pormenor da Torre Sineira onde se encontrava em obras - 1965

 

Igreja Matriz

 

Vista frontal da Igreja Matriz, Chaves

 

Nestas duas fotos podes ver uma vista frontal da Igreja Matriz. As 2 fotos datam de 1940.

Pode-se verificar que à frente da Igreja se encontravam alguns candeeiros de iluminação pública e que o aspecto do largo era diferente (tendo como paviemtno paralelo e o largo tendo passeios onde as pessoas circulavam).

 

Vais ver de seguida alguns pormenores que se foram alterando ate hoje na fachada principal desta Igreja.

 

Pormenor do exterior da Igreja Matriz de Chaves

 

Pormenor da pequena entrada, que parece uma pequena janela.

 

Obras na Igreja Matriz, Chaves

Vê bem as diferenças em relação à foto anterior...

Pormenor de obras - Podes ver aqui que foi retirada as pedras que cobriam uma entrada para a Igreja, sendo que a partir daí se pode ver os arcos de pedra românicos, como verás nas foto seguinte.

 

Pormenor dos arcos romanos na Igreja Matriz, Chaves

Pormenor dos arcos romanos na Igreja Matriz

 

Vista lateral da Igreja Matriz de Chaves

 

Vista a partir do largo do Pelourinho da Igreja Matriz.

 

Interior da Igreja Matriz, Chaves

Nesta foto do interior da Igreja Matriz poderás ver os arcos onde esta apoiada a estrutura do Órgão de tubos.

 

Vista da Igreja Matriz a partir do Pelourinho, Chaves

 

Vista da Igreja Matriz a partir do Pelourinho, Chaves

Foto a cores - Igreja Matriz vista a partir do largo do Pelourinho

Descobre a data desta foto....

 

Apresentamos-te agora duas fotos muito especiais...

 

Imagem de Santa Maria Maior, Chaves

 

Imagem da Santa Maria Maior de Chaves - Padroeira de Chaves.

Imagem coroada a 29.9.1946, no Altar Mor da Igreja Matriz.

 

Imagem de Nossa Senhora de Fátima a Chaves

Interior da Igreja Matriz, Chaves

Obras na Igreja Matriz, Chaves

Imagem de Nossa Senhora de Fátima aquando da sua passagem por Chaves - Foto tirada no interior da Igreja Matriz.


 

Depois destas fotos que mostram um pouco da história desta Igreja, mostramos-te agora algumas fotos da Igreja Matriz na actualidade, com apresentação de diversas perspectivas da Igreja, mostrando-te alguns belos pormenores aí existentes.

 

Aspecto frontal da Igreja Matriz

 

Vista frontal da Igreja Matriz

 

Pormenor da Torre Sineira da Igreja Matriz

 

Pormenor da torre sineira da Igreja com a vista dos 2 sinos que funcionam de forma eléctrica.

Na foto podes ver também o vitral em forma circular com a imagem de Jesus Cristo.

 

Podes ver aqui algumas diferenças nesta foto em relação a umas a preto e branco mencionadas em cima. Uma das diferenças é que aqui podes ver os arcos de estilo românico no interior do "Pórtico" e com gradeamento verde, para impedir a sua passagem.

Podes ver também na foto, a entrada principal para entrada na Igreja Matriz, onde tem as grandes portas verdes abertas.

 

Pórtico com arcos romanicos

 

Pormenor do Pórtico com os arcos de estilo românico no seu interior

 

Placa Informativa das Eucaristias na Igreja Matriz de Chaves

Nesta foto podes ver uma placa que se encontra na parede do lado esquerdo das portas que dão acesso à Igreja Matriz. (como pudeste ver em cima).

Na placa podes ver a informação dos horário de verão de inverno das Eucaristias.


Perspectiva da Igreja Matriz

Perspectiva lateral da Igreja Matriz - Aqui podes ver algumas janelas desta Igreja e ao fundo podes ver a entrada do Museu de Arte Sacra.

 

Porta lateral da Igreja Matriz

Porta lateral da Igreja Matriz e vista do edifício do Museu de Arte Sacra junto à Igreja Matriz.

Lembramos que hoje o edifício onde está o Museu de Arte Sacra, e que foi reconstruido, era antes aí a sede dos Escuteiros de Chaves (que hoje tem sede no Parque de Campismo).

 

Rua da Ordem Terceira

Rua da Ordem Terceira - As escadas que vês, dão acesso à sacristia da Igreja Matriz.

O edifício ao lado é o Centro Paroquial.

 

Centro Paroquial da Igreja Matriz, Chaves Centro Paroquial da Igreja Matriz, Chaves

Este é o Centro Paroquial, onde tem as salas de catequese, a sala do nosso grupo de jovens (no 1º piso) e outros.

 

Centro Paroquial, Chaves

Centro Paroquial, Chaves

 

Este edifício que se encontra em ruína, ardeu no ano passado e situa-se ao lado do Centro Paroquial.

Este edifico foi a sede do nosso grupo, nos rés-do-chão e no primeiro piso foi sede do grupo da Pastoral Juvenil.

Esperamos que o edifico possa ser recuperado e que possa servir de uso para vários grupos da Paróquia.

 

lateral da Igreja Matriz

Entrada lateral pelo largo do Pelourinho para a Igreja Matriz

 

pormenores da entrada lateral, Igreja Matriz

Pormenores da entrada lateral

 

placa informativa, igreja matriz

Pormenor de uma pequena placa que esta colocada na Parte lateral e que refere: Afixação Proibida.

 

placas informativas, igreja matriz

Placas informativas do horário das Eucaristias e historia da Igreja, colocadas no lado direito da porta lateral, (sentido do Largo do Pelourinho).

 

Imagem de Santa Maria Maior

Pormenor da parede da Igreja, no sentido da Rua da Ordem Terceira, onde é possível ver a imagem de Santa Maria Maior feita num busto de Pedra.

 

Imagem de Santa Maria Maior

Nesta foto podes ver melhor a imagem de Santa Maria Maior

 

 

Seguem-se algumas fotos do interior da Igreja Matriz:

 

Interior da Igreja Matriz

 

Podes ver aqui um aspecto geral do Interior da Igreja Matriz, com os seus candeeiros ligados e as suas grandes colunas que "saltam à vista".

 

Interior da Igreja Matriz, Chaves

Porta de acesso ao exterior da Igreja, pelo Largo do Pelourinho. É neste acesso que é possível que pessoas com cadeiras de rodas podem entrar na Igreja Matriz.

 

Interior da Igreja Matriz, Chaves

Vê aqui alguns dos pormenores do interior da Igreja, com vista de alguns Altares, vendo ao fundo o Altar do Santíssimo.


Pia baptismal, Igreja Matriz de Chaves

Pormenores da Pia Baptismal, de um vitral e a imagem que representa Jesus Cristo a caminho do Calvário.

 

 

Aqui podes ver o confessionário que era utilizado para o Padre confessar as pessoas (o Padre sentava-se no interior do confessionário e uma pessoa coloca-se em joelhos numa janela lateral da parte de fora do confessionário para se confessar).

Podes ver também na foto outra imagem apresentada num vitral.

 

Escadas de acesso a torre sineira, Igreja Matriz, Chaves

 

Podes ver nesta foto, as escadas que dão acesso ao 1º piso, onde daí se pode aceder ao órgão de tubos, e torre sineira.

 

Parte inferior do 1º piso, igreja matriz, chaves

 

Parte inferior do 1º piso, igreja Matriz, Chaves

 

Nas duas fotos podes ver a base de madeira pintada, que serve de apoio ao estrado do 1º piso, como referenciamos em cima.

 

Parte interior do pórtico

 

Podes ver as formas do pórtico que há uns anos atrás servia de acesso ao interior da igreja e hoje esta fechado, vendo-se esta fachada interior e da parte de fora, todo os arcos no interior do pórtico (como pudeste ver acima descritas).

 

Colunas da Igreja Matriz

 

Aqui podes ver algumas colunas do interior da igreja, aspecto do órgão de tubos assente nas colunas do lado esquerdo e em cima, no 1º piso podes ver a janela circular, com o vitral de Jesus Cristo.

 

quadro de uma estação da via Sacra

Pormenor de um dos 14 quadros (sendo o 15º a Cruz onde Jesus se encontra crucificado - representado no Altar Mor), existentes no interior da igreja, a representar a Via Sacra de Jesus Cristo.

 

caixa de esmolas, Igreja matriz

Podes ver aqui uma caixa de esmolas, fixada na coluna esquerda onde esta assente o Órgão de tubos.

Na caixa de esmolas tem escrito: Oferta para a Padroeira.

 

Caixa de esmolas, igreja matriz, chaves

Podes ver aqui uma caixa de esmolas, fixada na coluna direita onde esta assente o Órgão de tubos.

 

Seguem-se várias imagens com diferentes ângulos de vista, do Órgão de Tubos existente no interior da Igreja Matriz:

 

órgão de tubos, igreja matriz

 

órgão de tubos, igreja matriz

 

Nesta foto além de poderes ver os pormenores do Órgão de tubos, podes ver em baixo uma imagem num vitral.

 

órgão de tubos, igreja matriz, chaves

 

Apresentamos agora algumas imagens de vitrais:

 

vitral, igreja matriz

Podes ver neste primeiro vitral a representação do Espírito Santo.

Além do vitral, na foto podes ver dois placares com informações sobre a Paróquia.

 

vitral, igreja matriz

Este vitral mostra o cálice.

 

Apresentamos todos os Altares que se encontram na Igreja:

 

Altar mor, Igreja Matriz, Chaves

Vista do Altar Mor, onde o Padre preside às Eucaristias

 

ambão, igreja matriz

Ambão onde são feitas as leituras nas Eucaristias.

 

altar de S. José

Altar de S. José

 

altar, igreja matriz

Neste canto podem-se ver dois altares:

- Altar de S. José do lado direito,

- Uma questão para TI: Quais serão as imagens que vês no outro Altar (que representa Nª Senhora e dois Santos, um de cada lado do Altar)?


Podes ver também na foto, o órgão e as escadas cobertas com alcatifa vermelha, que é onde as pessoas cantam nas Eucaristia, como foi o caso do nosso grupo no último domingo.

 

altar de Nª Srª das Graças, igreja matriz

Pormenor do Altar de Nª Srª das Graças. Vê-se também na foto, um túmulo com o corpo de Jesus Cristo representado aí, pela sua transição da morte, para a ressurreição.

 

 

antiga sacristia, igreja matriz

Nesta foto podes ver mais um vitral e em baixo uma porta que servia de acesso à antiga sacristia e hoje é so uma espaço de arrumações.

 

Vê se sabes que Nossa Senhora se apresenta nas duas fotos seguintes.

 

altar, igreja matriz


 

altar, igreja matriz

 

Vitral, Igreja Matriz

Pormenor do vitral, imagem de N.º Senhor e 2 quadros da representação da Via Sacra.

 

Altar de S. José

Altar de S. José

 

Vitral, igreja Matriz, Chaves

Pormenores de um vitral entre dois altares. Este vitral apresenta a imagem de Jesus Cristo Ressuscitado.

 

Imagem de Jesus Cristo, Igreja Matriz, Chaves

 

Altar do Anjo Gabriel, Igreja Matriz Chaves

Altar do Anjo Gabriel.

Podes ver dois quadros da Via Sacra (um de cada lado do Altar).

 


 

Altar do Santíssimo Sacramento, Igreja Matriz, Chaves

Altar so Santíssimo Sacramento

Vê os pormenores das imagens feitas nos azulejos.

 

Altar so Santíssimo Sacramento, Igreja Matriz, Chaves

Pormenor do Altar do Santíssimo

 

cúpula do Altar do Santíssimo Sacramento, Igreja Matriz, Chaves

 

Pormenores da cúpula do Altar do Santíssimo Sacramento

 

Altar de N.ª Sr.ª de Fátima, Igreja Matriz, Chaves

Altar de N.ª Sr.ª de Fátima

 

Terminamos o post de hoje com algumas informações úteis da Igreja Matriz:


Horários de atendimento da Sacristia:

De Segunda a Sábado das 9:00 - 12:30 e 15:00 às 19:00 horas

Aos Domingos o horário de atendimento é das 9:00 ao 12:30 e 18:00 às 19:00 horas.

 

O Horário das Eucaristias é o seguinte:

Período do Verão:

Sábados - Vespertina - 18:00

 

Domingos e Dias Santos:

08:00h - 10:00h e 11:30h

 

À Semana:

08:00h e 18:00h

(excepto segundas e feriados)

 

Horário de Inverno:

 

Sábados - Vespertina - 18:00h

 

Domingos e Dias Santos:

10:00h - 11:30h e 18:00h

 

À Semana:

08:00h e 18:00h

(excepto segundas e feriados).

 

Contactos da Sacristia:

Telefone: 276 321 384


Localização:

Rua da Ordem Terceira

5400-426 Santa Maria Maior - Chaves

 

Em breve traremos-te mais fotos e histórias desta bela Igreja Matriz de Chaves.

 

P.S.: Deixamos aqui um agradecimento especial ao Blogue Chavesantiga, (http://chavesantiga.blogs.sapo.pt) por nos ter partilhado as fotos a preto e branco que se podem ver em cima.

 

 

Até breve...

Porta lateral da Igreja Matriz

Torre Sineira da Igreja Matriz, Chaves, 1965

Publicado por gjemanuel-chaves às 17:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Domingo, 16 de Janeiro de 2011

Presépios da nossa Paróquia - Santa Maria Maior, Chaves

Hoje queremos-te mostrar 2 presépios de dois locais diferentes que estiveram presentes na nossa Paróquia.

Pedimos desculpa mas só hoje nos é possível apresentar estes Presépios aqui no blogue.


O primeiro presépio que aqui te mostramos é da Igreja Matriz


Este Presépio estava à frente do Altar-Mor

 

 

Pormenor do rebanho de gado e o seu pastor em cima do musgo

 

O Menino Jesus no interior da Manjedoura, nas palhinhas deitado.

 

Pormenor dos 3 Reis Magos...

 

Visão global do Presépio à frente do Altar-Mor.

 

Segue-se o Presépio que se encontrava numa sala do interior do Lar de Casa Marta em Chaves

 

- Este Presépio mostra pormenores da cidade onde Jesus e Maria viviam, onde eles habitavam, a carpintaria de José, até ao local onde Jesus nasceu.


As fotos seguintes mostram diversos ângulos deste presépio, de forma a poder ver alguns dos seus pormenores.

 

 

 

Pormenor do interior da carpintaria onde José trabalhava.

 

 

Que local será este? :-D

 

Lugar onde permaneciam os animais...

 

Manjedoura onde Jesus nasceu...

 

Habitantes da cidade

 

 

Pormenores do modo de vida das pessoas e locais de Belém.

 

Pormenores de casas...

 

Pormenores do rio e da ponte



Pormenor do Interior da Manjedoura, com Jesus estando ao seu lado Maria e José, sendo que atrás se encontrava os animais.

 

 

Terminamos esta visita guiada com a foto dos jovens que estavam animados a ver o Presépio.

 

Não poderiamos terminar o post de hoje sem esquecer as pessoas que executaram os Presépios que aqui apresentamos.

- O 1º Presépio - da Igreja Matriz de Chaves, foi feito pela Ir. Efigénia, Ir. Elisabete e sr. Fernando (sacristão da Igreja).

 

-   2º Presépio que se encontra no Lar de Santa Marta foi feito por uma Irmã desse lar.

 

A todas estas pessoas queremos dar os nossos Parabéns, pois com o seu trabalho deram mais luz e vida ao Natal, mostrando às pessoas que Jesus nasceu para nos salvar.

Fica aqui o link da página web do Lar de Santa Marta de Chaves:

www.csantamarta-irmazinhas.com.pt

 

Até já...

Publicado por gjemanuel-chaves às 18:01
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011

Encontro de Reis na Várzea

Hoje à noite, pelas 21 horas o grupo de jovens, o grupo de Acólitos, os jovens do 10º catecismo e o grupo de São Vicente de Paulo vamos cantar os Reis no Centro Comunitário na Várzea - Chaves.

Depois de termos realizado 2 ensaios, (na sexta e no domingo ao final da tarde) esperamos levar à comunidade residente na Várzea, alegria e sobretudo a notícia que Jesus nasceu e está entre nós!

 

Em breve traremos-te aqui o video deste encontro.

Publicado por gjemanuel-chaves às 12:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Sábado, 25 de Dezembro de 2010

Concerto de Natal na Igreja Matriz





No próximo Domingo, dia 26 de Dezembro, pelas 21h00, o Coral de Chaves, como já vem sendo tradição, promove um Concerto de Natal, a realizar na Igreja de Santa Maria Maior de Chaves (Matriz), no qual, sob a direcção do maestro Nuno Costa, entre outras obras, serão interpretadas canções tradicionais de Natal, com arranjos para coro de Fernando Lapa e de Fernando Valente, e a Messe nº 6 "aux cathédrales" de Charles Gounod.

Muito nos agradaria poder contar com a Sua presença.

Publicado por gjemanuel-chaves às 12:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

Oração - 3º Domingo do Advento - Coração do Advento

No último domingo realizou-se no grupo mais uma reunião. Foi apresentada a oração, seguindo o Advento, tendo neste domingo sido apresentada pelo Vítor e com o tema: Coração do Advento.

 

Deixamos aqui o conto que se apresentava na oração:

 

"A caixinha mágica"

 

«Há algum tempo atrás, um homem castigou a sua filha de 3 anos por desperdiçar um rolo de papel de presente dourado.

O dinheiro era pouco naqueles dias, razão pela qual o homem ficou furioso ao ver a menina a embrulhar 1caixinha com aquele papel  dourado e a colocá-la debaixo da árvore de Natal.

Apesar de tudo, na manhã seguinte, a menina levou o presente ao seu pai e disse: “Isto é para ti, Papá!”

Ele sentiu-se envergonhado da sua furiosa reacção, mas voltou a “explodir”  quando viu que a caixa estava vazia.

Gritou e disse: “Tu não sabes que quando se dá um presente  a alguém, coloca-se alguma coisa dentro da caixa?”

A menina olhou para cima, com lágrimas nos olhos e disse: “Oh Papá, não está vazia. Eu soprei beijinhos para dentro da caixa.

Todos para ti, Papá.”

O pai quase morreu de vergonha, abraçou a menina e suplicou-lhe que lhe perdoasse.»

 

Dizem...

 

…que o homem guardou a caixa dourada ao lado da sua cama por anos e, sempre que se sentia triste, chateado, deprimido, pegava na caixa e tirava um beijo imaginário, recordando o amor que a sua filha ali tinha colocado.

De uma forma simples, mas sensível, cada 1 de nós tem recebido uma caixinha dourada, cheia de amor incondicional e beijos dos nossos pais, filhos, irmãos e amigos…

 

Para debate deixamos esta pergunta, que também te lançamos a TI no blogue:

 

Que tal ofereceres neste Natal uma caixa dourada a quem amas?

 

E para terminar a oração apresentamos o vídeo com o título: Natal Digital, (que se encontra no último post deste blogue).

 

De seguida falou-se da Celebração de Natal, que se vai realizar na sexta-feira, dia 17 de Dezembro, pelas 19horas na Igreja Matriz. Onde o grupo de jovens irá participar, juntamente com o jovens do 10º catecismo.

Para que a celebração possa correr da melhor forma, fez-se um ensaio de algumas músicas e deu-se alguns "retoques" na orientação da celebração de Natal.

Lembramos que a celebração é seguida de um convívio de Natal, no salão paroquial, entre jovens, catequistas e o nosso Pároco.

 

Finalizamos a reunião do grupo, com a presença do nosso Pároco - Padre Hélder Sá, que nos falou da existência de uma sala no Bairro da Várzea, onde a Comunidade São Vicente de Paulo é responsável. O nosso pároco fez-nos o convite de no dia 4 de Janeiro de 2011, cantarmos os Reis nessa sala para as pessoas desse bairro.

Esperamos antes fazer um ensaio, (entre jovens do grupo e catecismo) para que esse encontro de Reis possa correr da melhor forma.

 

Esperamos na sexta que a celebração de Natal possa correr bem e trazer notícias sobre a celebração e algumas fotos.

 

Até breve com mais novidades...


Publicado por gjemanuel-chaves às 20:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010

Abertura do Grupo - 2010/11

Olá! Depois de uma longa paragem no grupo, (primeiro devido às ferias do verão e depois pela preparação do novo ano do grupo, que passa por uma nova fase no grupo).

O grupo vai iniciar a partir de hoje uma nova fase, que se traduz na ligação entre o nosso grupo e os grupos de 10º catecismo da Paróquia de Santa Maria Maior.

Todos os elementos do grupo reuniram e pensar numa nova fase do grupo, de forma a que este grupo ganhe novos elementos e que possa ser mais útil na Paróquia e possa fazer mais e melhores actividades.

Hoje o grupo vai se encontrar na secção de catequese do 10º catecismo da paróquia, de forma a dar a conhecer o nosso grupo aos jovens e convidá-los a participar em actividades que nos iremos organizar. Inicialmente essas actividades consistirão em encontros de 15 em 15 dias, ao sábado, onde se fará uma oração e tema para debate levantado pelo nosso grupo.

Esperamos que o contacto entre o nosso grupo e os jovens do 10º catecismo possa dar bons frutos.

 

Em breve traremos notícias sobre este encontro de hoje e sobre as actividades que iremos organizar.

 

Até breve...

Publicado por gjemanuel-chaves às 10:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 1 de Junho de 2010

Homenagem aos Sacerdotes do Alto Tâmega

Olá! depois de algum tempo sem actualizarmos o blog do Grupo de Jovens Emanuel, vimos pedir desculpa por não ter passado aqui até agora.

Antes de apresentar a notícia de hoje, lembramos que na nossa Paróquia, (Stª Maria Maior de Chaves) tem decorrido nestes últimos domingos as festas da  Catequese, destacando-se:

- No último domingo celebrou-se a Comunhão de Fé, (que é também conhecida por Comunhão Solene);

- No domingo, dia 23 de Maio, celebrou-se as Crismas, com a presença do Bispo D. Joaquime  seu Coadjuntor D. Amândio, a presidir à celebração de crismas. Nesta celebração obtiveram a confirmação da Crisma, mais de 130 jovens, (quer da Paróquia de Santa Maria Maior, quer de outros jovens vindos de outras Paróquias do concelho de Chaves);

- Celebração da Festa da Avé-Maria, no domingo dia 16 de Maio e

- Celebração da Festa do Pai-Nosso, no domingo, dia 9 de Maio, para as crianças do 1º catecismo.

 

No próximo dia 5 de Junho as crianças do 3º catecismo irão receber a Primeira Comunhão, na Eucarístia das 11.30.

 

Estas diversas celebrações cristãs tem uma grande importância não só para a Igreja, mas sobretudo para a integração de todos os jovens na catequese, que estes se integrem e cresçam na Fé em alegria de Cristo Ressuscitado.

 

Quanto ao destaque hoje, apresentamos o Programa da Homenagem aos Sacerdotes do Alto Tâmega.

Este dia de Homenagem que se irá realizar no próximo dia 10 de Junho - Quinta-feira, (feriado nacional), enquadra-se no Ano Sacerdotal, (tema apresentado Pelo Papa Bento XVI e que pretende dar a importância às vocações sacerdotais). Com isto é organizada por um grupo de pessoas, esta Homenagem dedicadas a todos os Sacerdotes do Alto Tâmega, que tem dedicado a sua vida ao sacerdócio.

 

Apresento de seguida o Programa da Homenagem:

 

- 12:30: Almoço no Hotel Aquae Flaviae

 

15:30 - Tarde Cultural

. Abertura:

. Hino da Diocese - Coral de Chaves

.  Roteiro das paróquias do Alto Tâmega

. Voz ao Fado - Maria José

. Momento de Poesia

. Recordando Momentos Idos - Grupo de Violas

. Os eternos estudantes - Tuna da Universidade Sénior do Rotary de Chaves

. Instantes aos homenageados

 

18:00 - Encerramento

- Coral de Chaves e Coral da Igreja Matriz da Paróquia de Santa Maria Maior

 

 

Lembramos que qualquer pessoa se poderia inscrever na Sacristia da Igreja Matriz da Paróquia de Santa Maria Maior para participar nesta homenagem, mas esgotaram as inscrições no dia de ontém.

 

Esperamos que esta Homenagem possa correr da melhor forma possível em alegria.

Em breve traremos mais novidades acerca desta Homenagem.  

 

Publicado por gjemanuel-chaves às 16:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Sábado, 9 de Janeiro de 2010

Momentos XVII - 1º Acampamento do Grupo de Jovens Em Soutelo

Olá! Hoje trazemos aqui um pequeno vídeo onde recordamos o 1º Acampamento realizado em Soutelo, na quinta dos Irmãos Maristas. Este acampamento realizou-se de 1 a 3 de Agosto de 2003.

Este acampamento marcou muito a todos os jovens, não só por ser vivido intensamente, mas por ser o último acampamento em que alguns jovens que fizeram caminhada no grupo, saíram, (por motivos profissionais e/ou pessoais). A todos estes jovens e aos que continuaram caminho no grupo, nós agradecemos tudo o que foi e tem sido construido no grupo e na Paróquia em relação aos Jovens.

 

Descrevemos-te a Organização dos 3 dias de Acampamento: 

 

Nota: Para que o acampamento corresse da melhor forma foram criadas diversas equipas que iam fazendo diversas actividades ao longo do Acampamento, tais como:

- Limpeza e armação das tendas na sexta de manhã;

- Preparaçã de almoço e jantar em cada dia, (quer na cozinha da casa dos Maristas, quer nos grelhados);

- Preparação da oração da manhã e da noite de cada dia;

- Equipa de vigia na zona das tendas durante a noite, (estando dividida por vários turnos de 3/4 horas de 2/3 pesssoas por turno, de forma a garantir segurança a todos no local);

- Preparação de jogos para os diversos momentos do dia.

- Entre outras coisas...

 

Além disto no Acampamento era feito o sorteio do jogo do "Amigo Secreto". Este jogo tem como objectivo fazer com que todas as pessoas se conhecam melhor e fortaleçam os laços de amizade entre si. Havia num saco em papeis, todos os nomes dos jovens do grupo, em que cada um tirava um papel e via qual o amigo secreto lhe calhava.

Durante o acampamento cada jovem podia mandar cartas, (que colocava numa caixa do correio existente) ou deixar pequenas surpresas feitas para enviar por alguém ao seus ou sua amigo/a secreto/a.

A pessoa que recebesse ia tentando descobrir quem era o seu amigo/a.

A descoberta do amigo secreto era feita no domingo.

 

Dia 1- Sexta-feira:

- Pela manhã havia uma "equipa" que ficou encarrege de limpar o espaço onde ficariam as tendas, (no lado direito da casa dos Maristas), onde eles montavam as tendas. Depois destas tarefas ficavam responsáveis por guardar a comida na casa dos Ir. Maristas e preparar algumas surpresas para os jovens do grupo que chegariam durante a tarde.

 

-  Ao final da tarde os jovens começavam a chegar ao local do Acampmaneto e eram recebidos pela "equipa" que se encontrava. De seguida guardavam os seus sacos nas tendas onde iriam dormir, seguia-se uma momento de brincadeiras entre todos.

 

- Uma "segunda equipa" preparou o jantar para todos, (normalmente todos comiam numa zona perto das tendas, nos rochedos).

 

- Após o jantar uma outra  equipa já tinha preparado umas actividades para se fazer, que penso que se iniciou com o jogo do garrafão. Este jogo havia um garrafão à frente da casa dos Maristas, onde um grupo tinha que encontrar todos os jovens que se escondiam. Sempre que apanhassem alguém tinham que tocar no garrafão e dizer o nome da pessoa, ficando essa pessoa "presa". Quem estivesse escondido podia ajudar quem estava preso dando um chuto no garrafão e dizendo o nome da pessoa, fazendo com que esta se soltasse e pudesse fugir de novo. Neste jogo ganhava a equipa que tinha prendido todos prendido todos os fugitivos, caso não conseguisse, os fugitivos estavam sempre em vantagem e a ganhar.

Era um jogo bastante divertido e que demorava algum tempo...

 

- Após este jogo uma "equipa" já tinha preparado a oração da noite, que era feito nas rochas perto das tendas. Na oração  reflectia-se sobre um tema, sendo que havia um momento em que todos podiam pensar para si ou partilhar algo.

 

- Terminada a oração todos seguiam para as suas tendas para dormir, quer dizer na galhofada a tagarelar ou jogar umas cartitas....:-D enquanto uma "equipa" vigiava junto à lareira o acampamento.

 

-----------

 

Sábado - Dia 2

 

- Logo pela manhã alguém gostava de acordar os outros com música, (quer fosse de rádio, viola ou o que se lembrasse). Seguia-se a ida do jovens para a oração que era feita num local com pedras colocadas em redondo onde aí era feita a oração.

 

- Após a oração seguia-se o pequeno-almoço, (o pão trazido pelo padeiro ali, pedido pelas Irmãs Maria José e Efigénia).

 

- Seguiam-se as limpezxas nos diversos onde estavamos e algumas jogos. Sendo que ficaria já uma equipa responsável pela preparação do almoço, (grelhados e outros).

 

- Almoço por volta do 12.30, um momento de grande animação entre todos.

 

- Durante a tarde havia tempo para jogar á bola, (futebol e voleibol nos espaços envolventes à casa dos maristas). Lembro que o campo de futebol existente tinha tojos, paus pelo meio que tivemos que desviar.

 

- Por volta das 17 horas houve tempo para o banho ao ar livre...banho à mangueirada...:-D

 

- Seguia-se o lanche, com mais algumas brincadeiras ate chegar o jantar que outra equipa ia preparando.

 

- Após o jantar que se realizava por volta das 20horas, havia tempo para mais um jogo:

 - Jogo das Torres: Neste jogo existiam 3 torres, que eram 3 pessoas que estavam escondidas e com bilhetes que cada grupo de 3/4 pesssoa, (por grupo, entre todos os jovens) tinha que encontrar. O grupo que encontrasse a 3ª torre ganhava o jogo, (lembro que a terceira torre era a mais dificil de encontrar. As pistas para cada grupo encontrar as torres era feito por sinais luminosos de lanternas projectados pela pessoa que se encontrava na Torre.

Recordo que a 3ª Torre deste jogo era o José Pimentel e que o grupo que o encontrou não lhe foi fácil, tal era o sítio que ele se encontrava.

 

- Após se terminar o jogo e de um breve descanso de todos, seguia-se a oração da noite junto da lareira, perto das tendas.

 

- Com o fim da oração e de as Imãs irem descansar todos os jovens juntavam-se todos perto da lareira, com cobertores para ver um filme no computador...era um momento espectacular e em que as Irmãs, (principlamente se preocupavam connosco pensando que passavamos frio e que deveriamos ir descansar), mas o que o grupo queria era ver o filme.

 

--------

 

Domingo - Dia 3

 

- Neste dia o acordar era um pouco semelhante ao anterior, mas com a particularidade de não fazermos ali a oração da manhã, mas tomarmos o pequeno-almoço e seguiriamos a pé para a Igreja de Soutelo, onde assistiriamos à Eucaristia. Era um momento especial pois todo o grupo de jovens era bem recebido pela população da aldeia, sendo mesmo referidos pelo Pároco que presidia à Eucaristia.

 

- Após a Eucaristia vinhamos de novo para o Acampamento na quinta dos Maristas, onde nos preparavamos para o almoço, (que uma equipa iria fazer).

 

- Após o almoço era feita a descoberta do "amigo secreto":

cada um tinha feito um presente final para dar ao seu amigo/a feito com materiais que encontrasse no campo, (madeira, flores, pedras e outras coisas da sua imaginação). Nesse momento descobriasse quem era quem o amigo/a secreto/a de alguém. Era um momento divertido, mas acima de tudo, momento para reforçar a amizade entre todos.

 

- De seguida cada um começava com as limpezas e arrumações: cada um arruma as suas coisas, (saco, tenda e outras) e depois ajuda nas limpezas de todo o espaço envolvente para o deixarmos melhor do que o encontramos. Eram limpas as cazas de banho, espaço de entrada da casa, espaços onde estavam as tendas, todo o lixo era levado para os contentores do lixo.

 

Após as limpezas terminava o Acampamento com muita saudade para todos por ver aqueles bons momentos passados juntos num fim de semana terminados. Era um momento em que todos desejavam que o ano passasse rápido, para poder participar no acampamento seguinte.

 

 

Apresentamos-te um pequeno vídeo com os melhores momentos do Acampamento:

 

 

 

 

Não nos podiamos esquecer de agradecer a todos os jovens que participaram no Acampamento e que o tornaram muito especial:

 

- Irmãs Maria José e Efigénia, que muito fizeram para que o acampamento se tornasse real, possível e tão especial para todos os jovens;

- Irmãos Maristas, por nos disponibilizarem, todo o seu espaço, toda ajuda no que nós precisassemos e toda amizade que têm por nós. Não posso esquecer que o Irmão Tomé ainda almoçou e jantou connosco durante o Acampamento.

- Aos jovens:

. Augusto;  

. Artur;

. Susana;

. Sónia;

. Ricardo Fernandes;

. Ricardo;

. Sandra Alves;

. Sandra Gonçalves;

. Carla;

. Margarida;

. Regina;

. Andreia;

. Armando;

. Filipe;

. Rodrigo;

. Nádia;

. Diana;

. Vítor;

. Paulo;

. José Pimentel;

. "Bexigas";

. Mara;

. Paula Nascimento;

. Licinia;

. Paulo;

. [Esperamos não o estar a fazer, mas pedimos desculpa se esquecemos de algum nome...mas lembramos que ninguém está esquecido no Grupo de Jovens Emanuel] 

 

A todos os jovens um muito, muito Obrigado em nome do GRUPO DE JOVENS EMANUEL por todos os momentos bons que criaram e deixarm neste 1º Acampamento em Soutelo, na Quinta dos Maristas.

 

 P.S.: Partilha connosco a tua opinião acerca do vídeo.

Publicado por gjemanuel-chaves às 17:22
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Sábado, 19 de Setembro de 2009

Festa em Honra de Nossa Senhora das Graças

 

Realiza-se em Chaves, entre os dias 17 e 20 de Setembro a Festa em Honra da Nossa Senhora das Graças, padroeira da Paróquia de Santa Maria Maior.

Recordamos que estas Festa foi reactivada em 2005, depois de 56 anos sem se realizarem.
Esta que é considerada uma das maiores festas religiosas do Concelho de Chaves, (não esquecendo a Festa do São Caetano e Nª Sr.ª da Aparecida em duas aldeias próximas de Chaves). 

Este ano, não estará presente a presidir à celebração da Eucarístia de domingo à tarde, o Sr. Bispo D. Joaquim e seu Coadjuntor D. Amândio, pois estes estarão presentes na Celebração de Apresentação do novo Bispo de Braga - D. Manuel Linda, (antigo Reitor do Seminário de Vila Real). O que desde já o nosso grupo de jovens, deseja as maiores felicidades na Diocese de Braga.

 

 

Programa da Festa:

 17 -quinta - Largo General Silveira, 21h30

Concerto SUBSOLO - Um tributo aos vencedores dos diversos

Festivais RTP da Canção

18.sexta - Largo General Silveira, 21h30

1º ENCONTRO DE GRUPOS

DE CONCERTINAS EM CHAVES

19.sábado - Arquivo Municipal de Chaves (Rua Bispo Idácio,nº20)

18h00

exposição documental

"A MARCHA DE CHAVES – 60 anos"

18h30

conferência

“A MARCHA DE CHAVES – um hino”

Oradores: Dr. João Batista, Dr. Júlio Montalvão Machado,

Dr. António Roque e Dr. Fernando Castro.

19.sábado - Largo General Silveira, 22h00

concerto

TOY

20.domingo

PROCISSÃO EM HONRA DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

16h00 Celebração da Eucaristia, no Jardim Público de Chaves;

17h00 Procissão com os Padroeiros(as) das Paróquias do concelho de Chaves e Bandas

Filarmónicas de Outeiro Seco, Flaviense “Os Pardais”, Torre de Ervededo, Vila Verde

da Raia, Rebordondo e Loivos, desde o Jardim Público até à Praça de Camões;

18h30 Marcha de Chaves, da autoria do Maestro Carlos Pereira, executada pelas seis

Bandas Filarmónicas do concelho, na Praça de Camões.

 

Nota: Não percas a oportunidade de vir ate Chaves e assistir a esta Grandiosa Festa, no qual têm acorrido centenas de pessoas desde a sua reativação em 2005...

 

P.S.: Mais informações na Paróquia de Santa Maria Maior, através do número 276 321 384 ou através do site do Muncipio de Chaves -  www.chaves.pt

 

Publicado por gjemanuel-chaves às 14:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 24 de Março de 2009

Preparação da Jornada Diocesana da Juventude

Olá! Pedimos desde já desculpa, pois só hoje nos é possível apresentar os destaques da reunião do grupo de domingo, pois temos tido alguns problemas com a internet. A oração foi feita pela Joana e teve como tema: A abstinência, (esta aoração será aqui apresentada em breve). Para já, apresentamos-te o programa para a Jornada Diocesana da Juventude, a realizar-se no dia 25 de Abril em Chaves. 

 

 

Até ao dia 25 de Abril, data da Jornada Diocesana da Juventude, iremos apresentar mais destaques e pormenores sobre a nossa participação na jornada.

 

 

25 de Abril de 2009 – Chaves – Auditório Municipal

Tema da Jornada: “As cartas da Páscoa” – Ano Paulino

Distribuição das Cartas de S. Paulo por Arciprestados, Obras e Movimentos:

1.      Alto Tâmega – 1.º Timóteo: acentuar as Vocações e o perfil do Pastor

2.      Barroso – Colossenses: Cristocentrismo; contra superstição, espiritismo, esoterismo…

3.      Baixo Tâmega, (Ribeira de Pena) – 1.ª Tessalonicenses: Mistério Pascal. Toda a Teologia de S. Paulo parte do Mistério Pascal. Todo o seu trabalho apostólico tem como ponto de partida o Mistério Pascal.

4.      Baixo Tâmega, (Mondim de Basto) – 2.ª Tessalonicenses: Parusia/Escatologia/Ligação Terra - Céu. Compromisso histórico e eternidade, (um cristão que não trabalha…não merece o Céu); talvez comparar com a doutrina marxista, (terra sem Céu).

5.      Centro I, (Vila Real) – Romanos: Unidade de Judeus e pagãos, doutrina da Justificação, grupos apostólicos e vocações laicais, trabalho em “rede” (colaboração apostólica – complementaridade); necessidade de integrar as Pessoas que vêm de Vila Real – imigrantes…justificação – necessidade de viver os Sacramentos e não se ficar por meras tradições populares e costumes antigos.

6.      Centro I, (Sabrosa) – Tito: vocações aos Ministérios ordenados; a atenção às culturas localizadas, (miniculturas); a solicitude do Pastor pela terra que lhe está confiada – com as suas mentalidades locais, maneiras negativas de se manifestarem…Veja-se o exemplo de Creta, (cretino = á maneira dos habitantes de Creta…).

7.       Centro II – 2.ª Timóteo: Vocações ao Ministério Ordenado; a estima pelo Clero idoso, que dá testemunho de perseverança e de fidelidade; respeitar e dignificar o cansaço dos Padres mais velhos; a tentação do progressismo, da novidade pela novidade…

8.      Douro I – 2.ª Coríntios: sexualidade desenfreada/desordenada; grupos rivais – anarquia na comunidade; espiritualidades intelectualizadas; a necessidade dos cristãos viverem a militância na unidade; a importância de enquadrar a sexualidade no contexto da família; por uma espiritualidade centrada em Jesus Cristo.

9.      Douro II – Efésios: Igreja = Comunidade de Cristo, centrada e unida em Jesus Cristo, (a doutrina sobre Jesus aplicada à Igreja); o sentido profundo da unidade da Igreja – o trabalho em equipa, (em rede); Cristo omnipresente na nossa vida: festas litúrgicas, festas religiosas, celebração dos sacramentos…

10.  Valpaços – Gálatas: A Galácia – território distante…um povo que descendia dos Gauleses, (da Gália = actual França). Povo alegre, por vezes em pouco superficial. Falar dos emigrantes, do contacto com novas culturas, diferentes mentalidades…que pode levar à tentação da dispersão e do diluir de convicções profundas, de valores, de ideias e de sentimentos…

11.  Escuteiros – Filipenses: sentido da gratidão para com os chefes, os superiores e os adultos em geral. Aqueles que, de alguma forma, contribuíram para a nossa educação e formação: pais, professores, párocos…A delicadeza dos chefes, que sabem reconhecer o esforço, que sabem felicitar, manifestam sentimentos de alegria e contentamento…discurso e atitudes construtivas…recomenda-se que comparem a parte final da Carta aos Filipenses com a Lei do Escuta.

12.   Convívios Fraternos – 1.ª Coríntios: espiritualidade centrada em Jesus Cristo; a importância nuclear dos carismas dentro da Igreja; o valor fundamental da unidade dos cristãos e por uma espiritualidade incarnada na vida concreta.

13.  Seminaristas – Hebreus: a beleza do Sacerdócio de Cristo, que não está ligada a uma Tribo particular, como o sacerdócio judaico, que estava ligado à Tribo de Levi. Jesus Cristo nunca se chamou a Si de Sacerdote: ele é verdadeiramente o “vinho novo”! O sacerdote católico fundamenta-se em Jesus Cristo. Os cristãos removeram certos aspectos rituais, (como o uso do sangue imolado) e transfiguraram outros aspectos, como por exemplo:

- 1 de Janeiro – para os Judeus, a Circuncisão; para os cristãos, Maternidade Divina.

- 2 de Fevereiro – para os Judeus, Purificação da Mulher; para os Cristãos, Apresentação do Senhor.

- Páscoa – Para os Judeus, saída do Egipto; para os Cristãos, Ressurreiçã.

- Tabernáculos – para os Cristãos é o Corpo de Deus.

Pentecostes – para os Judeus, Festa das colheitas; para os Cristãos, o Espírito Santo.

 

Quem deve participar na Jornada Diocesana?

·         Se possível Jovens com mais de 16 anos, com alguma maturidade. De preferência Jovens que têm actividades nas Paróquias, que são Catequistas, Coordenadores de Acólitos, de Jovens…

·         Para o Dia da Diocese podemos convidar a todos, a partir dos 14 anos de idade.

·         A Pastoral da Juventude deve preocupar-se em Evangelizar os Jovens. E, sempre e onde for possível, que sejam os Jovens a evangelizar outros jovens.

·         Ter sempre em consideração a Família onde pertencem os Jovens, a Sociedade onde se movimentam e o Grupo de que fazem parte.

Horário Previsto para a Jornada:

·         09.30h – Chegada e Acolhimento

·         10.00h – Apresentação do trabalho feito nos Arciprestados e nos Movimentos

·         12.30h – Liturgia da Palavra – Celebração Paulina

·         13.15h – Almoço de farnel

·         14.15h – Adivinha Quem é!!!

Cada Arciprestado ou Movimento, (Escuteiros, Convívios, Seminaristas) prepara a encenação de UMA PERSONAGEM DA CARTA que reflectiram – PERSONAGEM MISTÉRIO – da forma que acharem melhor, de modo que a assembleia dos jovens, descubra o nome e o enquadramento histórico, social e eclesial dessa personagem…Trata-se de recapitular o que foi partilhado de manhã, mas de uma forma lúdica.

Podem usar de um certo humor…mas sempre com bom gosto!

 

15.30h – Encerramento

 

ALGUMAS OBSERVAÇÕES FINAIS:

1.      Cada Arciprestado, Obra ou Movimento, prepara a Carta que lhe foi atribuída da forma que achar melhor, podendo socorrer-se dos meios audiovisuais ou suporte sonoro.

2.      Devem contar, em média, com 5-6 minutos para a apresentação.

3.      Ao mesmo tempo que preparam as Cartas, devem procurar ensaiar os cânticos, (canções) que devem ser fotocopiados localmente.

4.      Devemos ter em conta que o Auditório tem capacidade para 250 lugares sentados. Devemos preocupar-nos com a QUALIDADE dos Jovens que vamos convidar a participar e não com a QUANTIDADE…

5.      A ideia é “agarrarmos” os mais disponíveis e mais sensíveis ao apelo de Jesus Cristo, para que esses se tornem, por sua vez, evangelizadores de outros jovens.

6.      Pede-se que em tudo haja ALEGRIA, RITMO e muito AMOR FRATERNO. Que não ás distâncias e ás barreiras.

O Coordenador: Padre Manuel Machado

 

Publicado por gjemanuel-chaves às 22:32
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
BlogBlogs

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Capelas da Paróquia de Sa...

Perspectivas da Igreja Ma...

História e Característica...

Presépios da nossa Paróqu...

Encontro de Reis na Várze...

Concerto de Natal na Igre...

Oração - 3º Domingo do Ad...

Abertura do Grupo - 2010/...

Homenagem aos Sacerdotes ...

Momentos XVII - 1º Acampa...

Arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

Links

On-line

online

Visitas


View My Stats
blogs SAPO

subscrever feeds