Add to Technorati Favorites
Sábado, 11 de Julho de 2009

Oração - Celebração de Natal 2001

Depois de se passar todas as orações do formato papel para o computador, que tinhamos reunidas  e que foram sendo feitas no grupo ao longos dos anos.

Daqui para frente e ao longo do Verão, (tempo em que o grupo "para" para férias de todos os jovens do grupo) iremos apresentar todas as orações músicas que cantamos na Eucarísita das 11.30 na nossa Paróquia.

A oração que apresentamos é de uma celebração de Natal apresentada em 2001.

 

 

Até amanhã com mais novidades...

 

 

Entrada na Igreja com música de fundo, (músicas de Natal)

 

Orientador:

- O povo andava nas trevas, vivia na escuridão.

- Para nós, aqui e agora, que significa escuridão?

 

Para mim:

1.      Significa medo.

2.      É não ver o caminho a seguir na vida.

3.      É o mesmo que ser cego, mesmo tendo vista.

4.      É viver uma vida superficial.

5.      É ter medo do futuro.

6.      É não ver os outros nem a Deus.

7.      É não levar luz às trevas e esperança aos desiludidos.

8.      É não saber tornar felizes os irmãos.

9.      É não saber dar-se.

10.  Significa não acolher os irmãos, nem aceitá-los como eles são.

11.  É não poder dar aquilo que os outros gostam de receber.

12.  É não ter as mãos vazias de mim e o coração cheio de Ti.

13.  É não dar vida e calor, e não encontrar alegria na alegria dos outros.

14.  É não viver cada dia como sendo natal.

15.  É não destruir as barreiras que nos separam uns dos outros.

16.  É não conservar sempre acesa a lâmpada da nossa fé durante todos os dias da nossa vida.

17.  É não deixar nascer uma flor quando a acolhemos no intimo do coração.

18.  É não ir ao encontro do irmão que precisava de mim naquele momento.

19.  É não estarmos em paz connosco nem com os que vivem ao nosso redor.

Cântico:

Refrão: É preciso renascer

Deixai ódios, violências

É preciso renascer.

 

Orientador:

- O povo que andava nas trevas viu uma grande luz.

- Quereis também viver à luz de Cristo, o novo Sol?

 

Quero:

1.      Descobrir a Cristo com a luz na minha vida.

2.      Viver na amizade.

3.      Libertar-me de tudo o que é egoísmo.

4.      Evitar todas as maldades e todo o pecado.

5.      Viver na alegria.

6.      Escutar a palavra do Senhor.

7.      Dar-me a Ti sem medida quando Te reconheço na pessoa dos irmãos.

8.      Dar-Te absolutamente tudo quanto me pedires, muito ou pouco, pequeno ou grande…

9.      Ser planta bonita no jardim da Igreja, mesmo que tenhas de me podar constantemente.

10.  Que a minha vida seja um “sim”.

11.  Ser para Ti, dom, pela entrega de toda a minha vida.

12.  Que a minha vida seja uma soma fabulosa de acções e doas obras.

13.  Que o meu viver na terra seja um constante progredir na santidade.

14.  Em cada minuto da minha vida, morrer para tudo o que é pecado, para viver em Ti, que és a Vida.

15.  Que toda a minha vida, no presente e no futuro, seja luz de amor que alumie todos os meus irmãos na caminhada para Ti.

16.  Um viver que não se detenha no meu corpo, nem nunca se esconda no meu pequeno “eu” e sempre Te procure.

17.  Seguir-Te, desde hoje, passo a passo, até ao fim da minha jornada terrena.

18.  Que a partir de hoje, a minha alma seja uma Jerusalém santa, onde encontres fidelidade, satisfação, amor…

19.  Amar-Te, servir-Te e viver em generosidade, para que nunca mais responda negativamente ao ouvir o Teu apelo.

Cãntico:

Refrão: Eu venho para escutar

Tua palavra

Tua palavra de amor.

 

Leitura do Livro do Profeta Isaías (9, 1-2.5)

«O povo que andava nas trevas viu uma grande luz. Habitavam numa terra de sombras, mas uma luz brilhou. Multiplicaste a alegria, aumentaste o seu júbilo. Porque um menino nasceu para nós e este é o seu nome: Conselheiro admirável, Deus poderoso, Pai eterno, Príncipe da paz.»

Palavra do Senhor.

R/ Graças a Deus.

 

“Porta Fechada”

Cai a tarde de um dia de Dezembro. Um casal jovem caminha pelas ruas estreitas e pedregosas de Belém. A esposa é uma moça de quinze anos, bonita como nenhuma outra mulher, cheia de graça divina, superior a todas as criaturas. Chama-se Maria…

O marido é uma alma simples, homem justo, escolhido por Deus para grandes coisas. Chama-se José…

Este santo casal chega à aldeia belenita, onde nasceram os seus antepassados.

Têm ali as suas famílias conhecidas.

Como Maria estás prestes a ser mãe, a grande preocupação de José, depois daquela longa viagem desde Nazaré, é procurar um albergue onde passar a noite, aguardando dia seguinte.

Batem à porta de parentes, amigos, conhecidos…Em nenhuma casa há lugar para eles, nem mesmo na pousada…Todas as portas se fecham para eles! José e Maria deveriam ter sentido uma profunda dor no seu coração, uma dolorosa pena na sua alma.

Jesus vinha aos seus, aos seus escolhidos, mas “os seus não O receberam”. Durante séculos aguardaram a vinda de um grande libertador; o verdadeiro Salvador bate á porta das suas casas e elas fecham-se…E Jesus teve de nascer numa gruta abandonada…Foi este o palácio do Senhor! Ali não havia mais que a escuridão e frio.

“No albergue não havia lugar para eles” (Lc 2, 6).

Esta frase continua a ser dolorosa realidade. Depois de vinte séculos, continua a repetir-se, hoje, o quadro evangélico…Diante de quantos corações Cristo chama e não Lhes respondem! Quantos Lhes fecham as portas da sua vida, O expulsam para muito longe de suas casas, não querem ouvir alar d´Ele, sequer, porque O consideram um “desmancha-prazeres” que lhes amargura a vida.

Mas também é certo que Jesus continua a descobrir uma gruta de Belém onde pode nascer e descansar…

A tua alma é esta gruta?

Medita serenamente o texto que se segue:

Que tenho eu para que procures a minha amizade?

Que proveito daí tiras, Jesus meu, Tu que à minha porta, orvalhado pelo relento, passas as escuras noites de inverno?

Oh! Como foram duras as minhas estranhas, pois não Te abri!

Que estranha loucura, pois o gelo frio da minha ingratidão secou as chagas de teus pés duros!

Quantas vezes o anjo me dizia: alma, aproxima-te da janela; verás como quanto amor Ele porfia! E quantas vezes, soberana formosuras, eu respondia: «amanhã Te abrirei» e o mesmo no dia seguinte, eu respondia.

 

Talvez seja este retrato vivo do teu passado, Jesus bateu à porta da tua alma para viver em intimidade contigo. A tua resposta: amanhã. Fechaste-Lhe a porta e não Lhe ofereceste outra coisa senão o relanto da tua frieza, tacanhice, negação,…

Assim foram passando os dias da tua vida, com Cristo esperando a chegada do amanhã para poder entrar na tua alma, tomar posse dela e enche-la com a Sua Vida…

Quando chegará esse amanhã?

Hoje, como ontem, Jesus continua a chamar as almas. Mas, como em Belém, encontra muitas portas fechadas, porque não há lugar para Ele…

E agora encontra-se diante de Ti. Quer fazer da tua alma um berço vivo, cheio de luz, santidade e Vida…Mas nunca esqueças que Jesus quer a tua alma livre de todas aquelas criaturas que possam interromper a conversação íntima contigo…

Estás disposto a dar a Cristo um coração purificado de todo o afecto sem ordem, de tudo aquilo que é um obstáculo ao desenvolvimento da Vida divina?

Quando S. José viu a gruta cheia de teias de aranha, pó, sujidade, a primeira coisa que fez foi prepará-la para que Jesus, ao nascer, se encontrasse limpa…

Como se encontra a tua alma?

Ela é, tantas vezes, uma pousada! Nela entram, sem pedir licenças, muitas criaturas que aí encontram acolhimento e calor, lugar e amor que pertencem a Deus. A vaidade, o divertimento, o moço, a moça…Se queres que Cristo viva na tua alma começa por afastar dela toda a escuridão de criaturas que impedem a presença de Deus…

O Senhor nunca te proíbe de lidares com as criaturas que te rodeiam na vida, mas exige que nunca lhes entregues, desordenadamente, o coração que só a Ele pertence…

Cristo não quer, apenas, a tua alma nua de todo o afecto terreno; exige também um silêncio interior profundo, para que possas escutar a Sua voz e dialogar com Ele…

Não esqueças que Deus fala ás almas no meio do silêncio. No silêncio misterioso do deserto Moisés escuta a Palavra de Deus…No recolhimento do Cenáculo, os Apóstolos esperam a hora do “fogo”…

Se queres que Jesus entre na tua alma, começa por fazer silêncio; cerra os ouvidos aos apelos do mundo…Assim te dispões para ouvir Deus que te fala do mistério da Vida; conhecerás o trilho que leva á santidade; aprenderás a viver uma vida de intimidade com o Deus da tua alma. Desapegado de todo o afecto terreno; em silêncio interior. Assim se ouve o apelo do Senhor e se dialoga com Ele…

No dia em que Jesus nasceu os homens deram inicio a um novo calendário.

Hoje Cristo nasce na tua alma, talvez mais pobre e miserável do que na gruta de Belém. Mas…já é sua!

Também a partir de hoje tens de iniciar um novo calendário, uma Vida nova…

Tal calendário inicia-se em Cristo; tal Vida vive-se n`Ele…

 

Oração:

Bendito sejas, Jesus Eucaristia:

- Que foste o Menino do Presépio, deitado na manjedoura, adorado por pastores e por magos, cantado pelos anjos, como Salvador, e agora, continuando o mistério da pobreza e da humildade, está aí feito Pão do Céu.

- Que fostes o Menino do Presépio, na pobreza do curral de animais, no desconforto dos sem-casa, na privação dos pobres, e agora, em loucura de amor, queres continuar entre nós em pobreza eucarística, escondido no Pão do Altar.

- Que foste o Menino do Presépio, adorado, louvado, centro de atenções, e agora, mendigo de amor, nos convidas á presença, à amizade dialogante, à entrega generosa e alegre, dos nossos seres, das nossas vidas.

 

Gesto:

Para manifestar em comunidade o nosso desejo de viver o Natal com um coração novo, iremos fazer um gesto.

Passar de mão em mão uma vela acesa, dizendo ao colega a quem passa a vela:

- Cristo é a nossa Luz.

 

Conclusão:

- Recita-se o Pai Nosso e canta-se um cântico de Natal:

Noite feliz, noite feliz

O senhor, Deus de amor

Pobrezinho nasceu em Belém

Eis na lapa Jesus nosso bem

Dorme em paz Oh Jesus.  

Publicado por gjemanuel-chaves às 16:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
BlogBlogs

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Santo Natal e Próspero An...

Atividades de Natal

Convívio de S. Martinho 2...

Benção das Camisolas

OBRIGADO(A) PELAS 0010005...

Resposta ao Comentário so...

Preparação para Domingo

Camisolas do Grupo

Reunião de 16 de Outubro

Reportagem sobre o Convív...

Arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

Links

On-line

online

Visitas


View My Stats
blogs SAPO

subscrever feeds