Add to Technorati Favorites
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Destaques do Jornal Semeando - Abril

Apresentamos hoje alguns dos destaques do Jornal Semeando, (da JEF), edição de Abril de 2009.

 

Ressuscitou

“Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, com medo das autoridades judaicas, veio Jesus, pôs-se no meio deles e disse-lhes: «A paz esteja convosco!» Dito isto, mostrou-lhes as mãos e o peito. Os discípulos encheram-se de alegria por verem o Senhor. E Ele voltou a dizer-lhes: «A paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, também Eu vos envio a vós. Em seguida, soprou sobre eles e disse: lhes «Recebei o Espírito Santo. (Jo 20)

 

Vale a pena parar para escutar a palavra de Deus.

Vale a pena reservar algum tempo do meu dia para o mais importante.

Vale a pena deixar que o Espírito de Deus me penetre através da Palavra.

Vale aa pena caminhar com Cristo a meu lado.

Vale a pena descobrir que convites o Senhor me faz.

Vale a pena aceitar a aventura de viver o que Deus sonha para mim.

Vale a pena desvendar o segredo da ressurreição de Jesus.

 

Anoitecer

Sim! Anoitece muitas vezes e o sol ainda vai alto. Todos temos noites, momentos de escuridão, onde nada brilha, nada tem cor.

Fechadas

Sim! Fechamo-nos para o mundo quando não temos coragem de mostrar o que somos. Só nós temos essa chave, só nós podemos abrir.

Medo

Sim! Tememos tudo e mais alguma coisa. Somos débeis e temos medo até de o mostrar e admitir. Até o medo de nós próprios nos assalta.

Mas a ressurreição de Jesus trás luz, vida, liberdade à nossa vida. Ilumina a noite, abre as portas e derrube os medos.

Paz

            O símbolo silencioso da ressurreição. A paz é a única luz que pode iluminar os nossos momentos de escuridão. Quando a noite nos assalta, só a paz do amor de Deus pode dar brilho e cor à vida.

            Alegria

            Quando nos encontramos com o amor de Deus surge a alegria. Aqui, abrem-se todas as portas e janelas do nosso ser para o mundo. Estendemos então os braços para o amor.

            Espírito

            A coragem que nos falta quando o medo habita, só o Espírito de Deus a pode oferecer. É ele que nos faz derrubar todos os medos e arriscar o amor.

 

            Ressuscitar com Cristo é:

- Acreditar que na noite da minha vida, o Senhor me oferece a Sua paz, luz que ilumina e dá brilho ao meu viver;

- Acreditar que quando as minhas portas se fecham, o Senhor me dá a graça do encontro com Ele, experiência de onde nasce a verdadeira alegria;

- Acreditar que quando o medo me escraviza, o Senhor me liberta com a força do Seu Espírito de coragem e de vida.

Senhor!

Nas noites do meu ser,

Quando as portas se fecham e o medo me assalta,

Sinta eu

A luz da Tua Paz,

A graça da Tua Alegria

E a força do Teu Espírito.

 

Escolhe o Bem…

Escolhe amar

Em vez de odiar.

Escolhe rir

Em vez de chorar.

Escolhe criar

Em vez de destruir.

Escolhe perseverar

Em vez de renunciar.

Escolhe louvar

Em vez de criticar.

Escolhe curar

Em vez de ferir.

Escolhe actuar

Em vez de adiar.

Escolhe viver

Em vez de morrer.

 

Maria

Não tinha apenas capacidade de correr riscos e enfrentar situações novas, mas também era uma mulher rápida e agradecer, mesmo quando tudo corria mal.

Maria enfrentava as dificuldades e não reclamava, nem se lamentava.

Maria agradecia, em sinal de aceitação dos factos.

Maria acreditou no amor.

 

Conto – As três rãs

“Um dia, três rãs caíram dentro de uma bilha de leite. Num primeiro momento ficaram em pânico. Depois de se acalmarem, começaram a reflectir acerca da melhor maneira de saírem dessa prisão.

A primeira delas, uma optimista, disse:

- Nós iremos certamente sair daqui. Não há nada a temer. Basta que tenhamos um pouco de paciência e espera que venha alguém tirar-nos daqui.

E nada fez se não esperar…

A segunda rã, uma pessimista, disse:

- Não há nada a fazer. Não há saída possível. Vamos todos morrer aqui.

E esta rã também nada fez se não esperar a morte.

A terceira rã, uma realista, disse:

- Deus deu-nos uma pequena cabeça para pensar e umas patas para lutar. Eu recuso a fatalidade. O que é preciso, neste momento, é esforçar-se corajosamente para sairmos daqui com vida.

As outras duas não lhe deram ouvidos e acabaram por morrer. A primeira, a optimista, porque nada fez se não esperar por alguém; a segunda, a pessimista, porque desanimou e nem sequer tentou lutar para sair dali.

A terceira rã, a realista, tanto agitou as patas que o leite coalhou. No fim, estava exausta de tanto lutar pela sobrevivência. Para sair do perigo precisou simplesmente escalar a manteiga e dar um salto para fora da bilha.”

 

Há momentos da vida em que nos sentimos no fundo do abismo.

Nesses momentos, somos convidados ao realismo, a lutar para sair do abismo, para ressuscitar.

PAI

Jesus, na sua vida sobre a terra, demonstrou também que Deus alivia quem está cansado, ama aquele que é descriminado e preocupa-se com os sentimentos ocultos dos que são rejeitados.

Expressou que Deus não faz distinção de pessoas, não discrimina, não exclui, pelo contrário, leva em altíssima conta cada ser humano, como está patente na coragem de Jesus ao correr o risco de morrer apedrejado por proteger prostitutas (Jo 8,3).

A parábola do filho pródigo revela um Pai que valoriza mais a pessoa que erra do que os erros que ela comete, um Pai capaz de beijar o filho que O decepciona, abraçar quem espera uma repreensão, dar uma festa a quem merece punição, um Pai que compreende os que não O compreendem e que não abandonam quem Dele desiste.

(In Augusto Cury – “Os segredos do Pai-Nosso”)

 

Dons

Conselho

Pai omnipotente e misericordioso, tornai-nos dóceis à voz do Espírito Santo e dai-nos a graça do seu conselho na perturbação, a luz da sua paz no sofrimento, a alegria da sua consolação na tristeza e a sua presença amiga na solidão.

(Jo 16, 5-15)

O Espírito da verdade vos guiará para a verdade plena.

 

Inteligência

Senhor nosso Deus e nosso Pai, que em Cristo Jesus Vos revelaste ao mundo, infundi em nós o dom da inteligência para que, penetrando as riquezas insondáveis da vossa Palavra, experimentemos a sua doçura e a sua força.

(Lc 24, 44-49)

Abriu-lhes então o entendimento para compreenderem as Escrituras.

 

Temor de Deus

Deus eterno e omnipotente que, no vosso amor infinito, cumulais de bens os que Vos imploram muito além dos seus méritos e desejos, pela vossa misericórida, libertai as nossas consciências de toda a inquietação e dai-nos o que nem sequer ousamos esperar.

(Lc 7, 11-16)

Todos se encheram de temor e davam glória a Deus.

 

Ciência

Concedei-nos, Deus todo-poderoso, que meditando continuamente nas realidades espirituais, pratiquemos sempre, em palavras e obras o que vos agrada.

(Jo 4, 5-42)

Se conhecesses o dom de Deus.

 

Fortaleza

Deus misericordioso, fortaleza dos que esperam em Vós, atendei propício as nossas súplicas e, como sem Vós nada pode a fraqueza humana, concedei-nos sempre o auxílio da vossa graça, para que as nossas vontades e acções Vos sejam agradáveis no cumprimento fiel dos vossos mandamentos.

(Jo 12, 20-36)

Quando eu for elevado a terra, atrairei tudo a Mim.

 

Sabedoria

Senhor, que nos criastes com sabedoria infinita e com segura providência nos governais, infundi em nós a claridade da luz do vosso Espírito, para que a nossa vida e as nossas obras sejam inteiramente consagradas ao vosso serviço.

(Sab 7, 1-10 e 15-16)

Amei a sabedoria, mais que saúde e a beleza.

 

Piedade

Senhor, que unis os corações dos fiéis num único desejo, fazei que o vosso povo ame o que mandais e espere o que prometeis, para que, no meio da instabilidade deste mundo, fixemos os nossos corações onde se encontram as verdadeiras alegrias.

(Lc 12, 22-34)

Onde está o vosso tesouro aí está o vosso coração.

 

Com os Grupos…

Na tarde do dia 15 de Março, o secretariado JEF visitou os grupos de Mirandela e Sendim, 12 Jovens fizeram connosco uma viagem para conhecermos melhor Paulo e os convites que ele nos faz para seguirmos Jesus Cristo. Depois de uma abordagem à vida de Paulo antes da sua conversão, debruçámo-nos sobre o encontro que Paulo teve com Cristo, aquele que ele perseguia com tanta energia.

Na segunda parte do encontro centrámo-nos na vertente da evangelização, tão querida de Paulo. Todos nós somos evangelizadores.

O encontro não terminou nesse dia. Cada jovem foi convidado a levar para a vida do dia-a-dia o exemplo de Paulo no seguimento de Jesus Cristo.

 

Jovens…

“Pusemos a nossa esperança em Deus vivo”

(1 Tm 4, 10)

XXIV JMJ 5/04/09

“Assim como um dia encontrou o jovem Paulo, Jesus deseja encontrar também cada jovem. Sim, antes de ser um dnosso desejo, este encontro é um desejo profundo de Cristo.

A oração perseverante abre o coração para acolher Jesus. A oração é dom de Espírito, que nos torna pessoas de esperança. É necessário dar espaço à oração na nossa vida!

Rezar sozinho é bom, mas ainda melhor e mais proveitoso é rezar juntos, porque o Senhor garantiu que está presente onde estiverem dois ou três reunidos no seu nome (cf. Mt 18, 20). Existem muitas formas de se familiarizar com Jesus Cristo; existem experiências, grupos e movimentos, encontros e caminhos para aprender assim a rezar e a crescer na experiência da fé. Encontramos Cristo na participação, na liturgia, na paróquia na escuta atenta da Palavra de Deus e na participação activa nos Sacramentos.

Quem se alimenta de Cristo e vive envolvido n´Ele como o Apóstolo Paulo, sente-se impelido a falar d´Ele, a torná-Lo conhecido e amado por outros jovens. As dificuldades e as provas encontradas não devem desencorajar. Há que ter paciência e perseverar, vencendo tendência para a pressa, para querer tudo e já.

Os jovens devem, como Paulo, testemunhar o Ressuscitado! Faze-Lo conhecido a todos os que estão em busca da “grande esperança” que dê sentido á sua existência. Se Jesus se toma a nossa esperança, devemos dizê-lo também aos outros com alegria. Fazendo escolhas que manifestem a nossa fé, não cedendo a interesses egoístas, mas cultivando o amor ao próximo e colocando as nossas capacidades humanas e profissionais ao serviço do bem comum e da verdade. Lembremo-nos que o cristão verdadeiro nunca está triste, mesmo enfrenta provas de vários tipos, porque a presença de Jesus é o segredo da sua alegria e da sua paz.

 

Retiro em Braga…

Nos dias 20 e 21 de Março, o secretariado JEF acompanhou as jovens do grupo de Braga. O tempo de formação começou logo na sexta à noite com a visualização de parte de um filme sobre a vida de S. Paulo. Filme que despertou o interesse das jovens pela personalidade e coragem de Paulo no seguimento de Jesus Cristo. Sábado começou com a oração da manhã e logo de seguida o tempo de formação baseado nas Cartas de S. Paulo. Através da leitura, dinâmicas e actualizações da Palavra o grupo foi convidado a crescer no conhecimento de Jesus Cristo e da sua vontade sobre cada uma.

Como estávamos em tempo quaresmal, foi proposta a celebração do sacramento da reconciliação, ao qual todas se mostraram receptivas. No final do encontro houve um tempo de oração e de compromisso, colocando diante do Senhor toda a disponibilidade e vontade de seguir os seus passos. Os compromissos ficaram registados num barco de papel, simbolizando a viagem da vida de cada uma.

 

 

 

Correio…

Gal. 5, 16-26

«Mas eu digo-vos: caminhai no Espírito, e não realizareis os apetites carnais, Porque a carne deseja o que é o contrário ao Espírito, e o espírito, o que é contrário à carne; são, de facto, realidades que estão em conflito uma com a outra, de tal modo que aquilo que queres, não o faz. Ora, se sois conduzidos pelo Espírito, não estais sob o domínio da Lei. Mas as obras da carne estão à vista. São estas: fornicação, impureza, devassidão, idolatria, feitiçaria inimizades, contenda, ciúme, fúrias, ambições, discórdias, partidarismos, invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes a estas. Sobre elas vos previno, como já preveni: os que praticarem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Por seu lado, é este o fruto do Espírito: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, auto-domínio. Contra tais coisas nã há lei. Mas os desejos Se vivermos no Espírito, sigamos também o Espírito. Não nos tornemos vaidosos, a provocar-nos uns aos outros, a ser invejosos uns dos outros.»

Viver segundo o Espírito!

É este, em suma, o pedido que Paulo nos faz nesta carta que escreve para nós.

Mas previne-nos que aquele que escolhe caminhar no Espírito, escolhe não caminhar segundo as “obras da carne”. As obras da carne destroem-nos, escravizam-nos, limitam-nos, reduzem-nos a objectos.

O Espírito actua de forma bem diferente!

Quem se deixa guiar pelo Espírito de Deus: ama, é alegre, pacífico, paciente, bom, fiel, manso e consegue em si um auto-domínio.

“Se vivermos no Espírito, sigamos também o Espírito.”

Tenhamos a coragem de ser diferentes do mundo que adora a “carne” e se esquece com frequência da vida que jorra do Espírito de Deus.

Deixemos que o Espírito de Cristo Vivo e Ressuscitado nos habite e nos envie a semear os seus frutos de amor, de paz, de alegria e de liberdade.

Todos os que se deixam guiar pelo Espírito, esses são filhos de Deus! (Rom 8, 14)

 

Datas a não esquecer:

·     Retiro da JEF – dia 9 de Maio de 2009 – Sr.ª da Serra, Bragança.

·     Assembleia da JEF – dia 23 de Maio de 2009 – Balsamão, Macedo de Cavaleiros.

 

Por hoje ficam aqui estes destaques da última edição do Jornal Semeando da JEF.

Referimos que no último domingo celebrou-se na Igreja Matriz, (na Eucaristia das 11.30) a Celebração de Avé Maria para as crianças do 1.º Ano da Catequese da Paróquia. Esta foi uma celebração muito especial para estas crianças, pois foi a primeira que tiveram na Igreja Matriz, sendo dedicada a Maria, (nossa MÃE, que este mês é dedicado a oração, rezando-se em todas as Paróquias diariamente o terço, pedindo a Nossa Senhora, para interceder a Deus pela Paz no Mundo). Nesta celebração destaca-se o comportamento das crianças, pois foi exemplar e mostraram grande interesse pela Eucaristia.

No próximo domingo, na Eucaristia das 11.30, será a Festa do 2.º Catecismo.

Estas celebrações (que tiveram inicio neste último domingo, com as crianças do 1.º catecismo) tem como objectivo aproximar as crianças/adolescentes e jovens da Igreja torná-los activos e lembrar-lhes que além da catequese que tem ao longo do ano, tem uma celebração eucarística dedicado a si…isto é muito importante hoje, (estimular os jovens a ser intervenientes na Igreja e demonstrar-lhes que eles são importantes).

P.S.: Amanhã traremos aqui uma surpresa, estejam atentos…até já….

 

Publicado por gjemanuel-chaves às 10:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
BlogBlogs

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Santo Natal e Próspero An...

Atividades de Natal

Convívio de S. Martinho 2...

Benção das Camisolas

OBRIGADO(A) PELAS 0010005...

Resposta ao Comentário so...

Preparação para Domingo

Camisolas do Grupo

Reunião de 16 de Outubro

Reportagem sobre o Convív...

Arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

Links

On-line

online

Visitas


View My Stats
blogs SAPO

subscrever feeds