Add to Technorati Favorites
Domingo, 14 de Dezembro de 2008

Introdução à Bíblia - 3

As principais épocas em que se escreveu a Bíblia

 

A maior parte dos escritos que hoje compõem a Bíblia, foi escrita em épocas de crise e de transição do povo de Israel. Nos momentos fifíceis intensificava-se a reflexão sobre o passado em busca da sua identidade, querendo assim ser fiéis à sua condição de Povo de Deus, de modo que pudesse ajudá-los a revitalizar e comunicar essa consciência. Assim se explicam, em grande parte, as contradições, as repetições e as inexactidões históricas e culturais; é que o interesse principal dos escritos não era a exactidão fotográfica.

Os escritos eram como pontes construídas sobre a corrente da vida do povo. Mas a corrente da vida não se detém debaixo da ponte das reflexões que os homens constroem sobre ela. Os escritos foram nascendo ocasionalmente, conforme caminhava a corrente da vida, precisamente nos momentos mais difíceis dela, para poder observar melhor a direcção da corrente e ir compreendendo o rumo que tomava. Assim se tornava cada vez mais claro e transparente o desígnio de Deus na história do povo que estava na mão de Deus, orientado por Ele para um futuro certo.

 

Quais épocas?

 

Estas épocas prinicipais nas que se fixou por escrito a vida e a fé do povo do Antigo Testamento foram as seguintes:

1. Reinados de David e Salomão, (1000-940, que marcou a transição da confederação de tribos para um governo monárquico e a passagem lenta da vida nómada para a sedentária e agricola.

2. Reinado de Ezequias, (716-687), marcado pela crise do reino de Judá, depois da separação da Samaria em 722, que provocou um movimento geral de reformas.

3. O tempo à volta do exílio de Babilónia (587-538). Foi a pior crise da sua história. O pov perdeu todos os apoios tradicionais da sua fé e viu-se obrigado a elaborar a sua fé segundo a nova realidade.

Precisamente por isso a época de mais rica elaboração literária. Nestes anos fez-se a redacção definitiva das tradições orais já seculares.

Há também outros tempos de crise, quando se escreveram outros livros da Bíblia, como por exemplo, a época da perseguição de Antíoco IV, durante o século II a. C. Algo parcido se passou também com o Novo Testamento. Há como que dois núcleos de escritos que se escrevem à volta da destruição do templo de Jerusalém no ano 70 e durante a perseguição de Dominiciano nos anos 90.

É curioso que os dois grupos mais fortes de escritos, tanto no Antigo como no no Novo Testamento, foram redigidos à volta das duas destruições do emplo de Jerusalém.

 

O Marco Histórico de Cada Passagem

 

Deus, como bom pedagogo que é, foi inspirando cada passagem bíblica como resposta aos problemas concretos que tinha o povo em cada época, dando-lhe assim luz e força para os superar. Por isso é importante conhecer os problemas de cada época para poder captar melhor que mensagem Deus lhes estava dando. Só assim, conhecendo a realidade e a mensagem do então, poderemos conhecer melhor o que é Deus nos quer dizer a nós na nossa realidade actual. Conhecendo os costumes, a cultura, a forma de falar, a realidade política, económica e social do tempo em que se escreveu cada passagem bíblica, é mais fácil entender a m,ensagem que Deus lhes quis dar; e, por conseguinte, a mensagem que nos quer dar também a nós.

...Se queremos ser honrados diante da Bíblia, não podemos interpretar a Bíblia segundo o nosso capricho, sem ter em conta a realidade do tempo em que se escreveu. A Bíblia não é nenhuma botica, na qual se busca de olhos fechados qualquer pilúla que cure magicamente problemas.

...Temos de aprender, pois, a respeitar a mensagem bíblica, esforçando-nos por conhecer a cultura e os problemas do tempo em que foie scrita cada parte da Bíblia. Este é um esforço que temos de ir realizando pouco a pouco, sem tensõe, nem desânimos.

 

Para isso ser-nos-á muito úctil a leitura das notas da Bíblia. E o esforço por ler alguns livros ou folhetos e por assistir a cursos bíblicos.

 

A Bíblia é certamente para os pobres. Não para os ociosos. O que não quiser trabalhar a Bíblia não poderá saborear a Palavra de Deus...

(por José L. Caravias sj)

 

Termina aqui esta terceira parte sobre a história da Bíblia que temos divulgado no blog. Esta história que partilhamos contigo, que tem a ajuda do sr. Padre Hélder, (onde através da Folha da Paróquia, de cada domingo, onde ele escreve, retiramos o mais importante para divulgarmos no blog).

Esperamos que esta Introdução à Bíblia te possa ser muito uctil e que te enriqueca, nos conhecimentos sobre a Bíblia e a sua importância para os cristãos.

 

P.S.: Em breve estarao aqui algumas fotos da Exposição de Presépios, no tema Momentos, deste blog.

Boa semana....

Publicado por gjemanuel-chaves às 16:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
BlogBlogs

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Santo Natal e Próspero An...

Atividades de Natal

Convívio de S. Martinho 2...

Benção das Camisolas

OBRIGADO(A) PELAS 0010005...

Resposta ao Comentário so...

Preparação para Domingo

Camisolas do Grupo

Reunião de 16 de Outubro

Reportagem sobre o Convív...

Arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

Links

On-line

online

Visitas


View My Stats
blogs SAPO

subscrever feeds