Add to Technorati Favorites
Terça-feira, 21 de Outubro de 2008

Projecto - Aldeias de Crianças SOS

Olá! Hoje apresentamos-te mais um projecto. Este tema Projectos, surgui aqui no blog, de forma a demonstrar projectos de pessoas e organizações que dão a sua vida pelos outros, (idosos, crianças e pessoas com necessidades especiais) e também demonstrar ás pessoas diversas formas de ajudar, com um pequeno contributo, (que pode ser: monetário, alimentos, roupa, voluntariado ou compra de artigos dessa instituição).

Já foram apresentados aqui alguns projectos, e vão continuar a ser, pois é importante dar a conhecer todo o trabalho de cada projecto ás pessoas. Um trabalho que muitas vezes não remunerado, mas é de grande valor humano.

Quanto ao projecto de hoje, chama-se Aldeias SOS.

Transmitimos-te atrvés de uma síntese o que são Aldeias SOS, como surgiram, como é organizada e quais as formas de ajudar.

 

Conceito:

 

As Aldeias de Crianças SOS têm a sua origem na Áustria. O seu fundador Hermann Gmeiner conseguiu aplicar uma ideia fundamental e realizar um sonho: dar uma mãe, irmãos, irmãs, uma família e um lar às crianças órfãs e abandonadas da 2ª Guerra Mundial. Em 1949, em Imst, nasceu a primeira destas aldeias familiares.

15 anos depois, em 1964, é fundada a Associação das Aldeias de Crianças SOS Portugal, uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), reconhecida como pessoa colectiva de Utilidade Pública. Tem como objectivo o acolhimento de crianças órfãs, abandonadas ou pertencentes a famílias de risco que não podem cuidar delas, proporcionando-lhes um modelo familiar de cuidados a longo prazo e uma formação sólida para alcançarem uma vida autónoma e a integração plena na sociedade.

A Associação das Aldeias de Crianças SOS Portugal, tem sabido adaptar-se às transformações da sociedade, respondendo às novas carências na área social. Assim, para além das Aldeias de Crianças, possui um Lar de Jovens em Rio Maior para os adolescentes criados nas aldeias e um Centro Social em Bicesse, que dá apoio às mães reformadas e a pessoas idosas da comunidade. Há ainda outros projectos de apoio social em estudo destinado a crianças em risco.

A primeira Aldeia de Crianças SOS de Portugal foi inaugurada em 1967 em Bicesse. Hoje existem três: em Bicesse (Cascais), em Gulpilhares (V.N.Gaia) e na Guarda, acolhendo cerca de 160 crianças e jovens.

A Associação é membro da SOS Kinderdorf International – organização internacional de ajuda à criança a nível mundial, sem fins lucrativos – membro da Unesco e possui ainda um assessor permanente no Conselho Económico e Social da ONU.

A SOS-Kinderdorf Internacional actua como uma organização de desenvolvimento social independente e não-governamental. Respeita as várias religiões e culturas, e trabalha em países e comunidades onde a sua missão pode contribuir para o desenvolvimento. Trabalha no espírito da Convenção das Nações Unidas em relação aos Direitos da Criança e promove estes direitos por todo o Mundo.

 

Números que ajudam

 

Existem hoje 452 Aldeias de Crianças SOS em todo o mundo, que oferecem um lar a 47.400 crianças.

Um conjunto de 1.400 instituições SOS (jardins de infância, lares de jovens, centros sociais e médicos) presta auxílio a mais de 600.000 beneficiários em 132 países.

 

A nossa missão

O que nós fazemos:

Construímos famílias para crianças necessitadas, ajudamo-las a moldar os seus próprios futuros e compartilhamos no desenvolvimento das suas comunidades.

Construímos famílias para crianças necessitadas:

Trabalhamos para crianças que são órfãs, abandonadas ou cujas famílias não podem cuidar delas. Damos a estas crianças a oportunidade de estabelecer relações duradouras dentro de uma família.

O modelo familiar nas Aldeias de Crianças S0S é baseado em quatro princípios: cada criança necessita de uma mãe, e cresce mais naturalmente com irmãos e irmãs, na sua própria casa e dentro de um ambiente de ajuda mútua na Aldeia.

Ajudamos a moldar os seus próprios futuros:

Fazemos com que as crianças vivam de acordo com a sua cultura e religião, e a serem membros activos da comunidade. Ajudamos as crianças a reconhecer e expressar as suas habilidades, interesses e talentos individuais. Garantimos que as crianças recebam a educação e desenvolvam as habilidades de que necessitam para terem sucesso e serem membros contributivos da sociedade.

Compartilhamos no desenvolvimento das suas comunidades:

Compartilhamos na vida da comunidade e respondemos às necessidades de desenvolvimento social das crianças mais vulneráveis e jovens da sociedade. Oferecemos instalações e programas com o objectivo de fortalecer famílias e evitar o abandono das crianças. Unimo-nos aos membros das comunidades para providenciar ensino, cuidados de saúde e responder à emergências.

 

Em Portugal

Em Portugal existem três Aldeias de Crianças SOS. A primeira Aldeia foi inaugurada em 1967 em Bicesse (Cascais) a 25 Kms de Lisboa. As restantes Aldeias situam-se em Gulpilhares (V.N.Gaia) e na Guarda.

Desde Outubro de 2006, está em funcionamento a nova Residência de Jovens em Rio Maior, para jovens das Aldeias SOS, que frequentam cursos de formação profissional, nomeadamente em escolas profissionais em Santarém. Outras actividades estão previstas neste espaço  como centro de formação de recursos humanos e campo de férias.

Para além das Aldeias de Crianças e Residência de jovens, existe um Centro Social em Bicesse, que dá apoio às mães reformadas e a pessoas idosas da comunidade e integra também uma creche. Há ainda outros projectos de apoio social em estudo destinado a crianças em risco.

 

Contribua para um mundo melhor 

Todos os dias em Portugal, como em todo o mundo, muitas crianças são vítimas inocentes da miséria, de maus-tratos, de dramas familiares, de abusos sexuais. Encontram-se abandonadas e sem protecção.

É para elas que existem as Aldeias de Crianças SOS. Para manter esta obra, além da grande dedicação de muitas pessoas, as crianças contam com muitos amigos que se sentem responsáveis pelo seu presente e pelo seu futuro. Graças ao auxílio que nos concedem, elas poderão ter uma vida normal e preparar-se para o futuro. Muitos amigos podem salvar muitas crianças da miséria e do abandono, proporcionando-lhes um novo lar, numa verdadeira casa – com uma mãe que olha por elas, com os seus irmãos e irmãs, com ternura e amor.

  • Em vez de viverem nas ruas, terão um lar.
  • Em vez de forçadas a trabalhar, poderão estudar.
  • Em vez de estarem sozinhas, terão o amor e companhia da sua família SOS.
  • Em vez do desespero, conhecerão a esperança e sonharão com o futuro.

Faça-se Sócio!

Ajude-nos a cuidar destas crianças!

Pode ajudar as crianças desprotegidas da sociedade, fazendo-se sócio da Associação das Aldeias de Crianças SOS, com uma quota periódica voluntária! Qualquer quantia, grande ou pequena, ajuda-nos a dar às crianças a possibilidade de uma vida que elas merecem. Ao tornar-se sócio, está a envolver-se numa obra notável, que ajudará muitas crianças desprotegidas a ter um novo lar e uma família.

 

Donativos

Ajude as crianças a serem crianças!
Pode colaborar de forma pontual e económica para um projecto concreto ou para os fins genéricos das Aldeias de Crianças SOS. Dê um donativo, tornando-se benfeitor ao proporcionar uma infância feliz a estas crianças! Uma pequena quantia pode fazer a diferença. Mas quanto mais nos puder ajudar, melhor. A sua contribuição é a base financeira que permite dar às crianças de que cuidamos um bom começo na sua vida.

Seja Padrinho

O Padrinho de uma Aldeia de Crianças SOS compromete-se, contribuindo para a educação e desenvolvimento de um grupo de crianças da Aldeia que escolher. Ser Padrinho de uma Aldeia consiste em pagar uma mensalidade de 50 euros e manter uma relação mais directa com as crianças de uma Aldeia de Crianças SOS concreta, seguindo os seus progressos, visitando os lares, assistindo a algumas das suas actividades, etc. Desta maneira poderá apoiar uma casa familiar, ajudar a criar e desenvolver infra-estruturas nessa aldeia e projectos de construção.

 

Apoio da Empresa

 

 Pretendemos que as empresas nos conheçam e que trabalhemos juntos para beneficiar muitas crianças desprotegidas em Portugal e no Mundo. O apoio das empresas é mutuamente importante e constitui um investimento de grande valor para o futuro das crianças.

 

Terminamos este post sobre este projecto com o site de forma a poder conhecer mais sobre o Porjecto e as diversas formas de ajudar:

- http://www.aldeias-sos.org/

 

Lembramos que este Projecto é valido, e que as diferentes formas de ajudar são importantes e acreditem que chegam às pessoas que orientam este projecto e que formam as crianças.

Até breve…

 

Publicado por gjemanuel-chaves às 16:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é? |  O que é?
BlogBlogs

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Santo Natal e Próspero An...

Atividades de Natal

Convívio de S. Martinho 2...

Benção das Camisolas

OBRIGADO(A) PELAS 0010005...

Resposta ao Comentário so...

Preparação para Domingo

Camisolas do Grupo

Reunião de 16 de Outubro

Reportagem sobre o Convív...

Arquivos

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

Links

On-line

online

Visitas


View My Stats
blogs SAPO

subscrever feeds